Home theater: Cinema no aconchego do lar



Em paralelo à tão discutida busca pela qualidade do espaço público na cidade contemporânea, tem crescido também a procura pelo conforto do lar. Sabe-se que ambos são de grande importância para o bem estar e bom convívio. Em meio a isso, se torna cada vez mais recorrente trazer diversas atividades e usos para o interior das residências ou áreas de lazer comum dos condomínios verticais e horizontais.  Um exemplo é tido nas grandes projeções, antes encontradas apenas nas salas de cinema, que agora adentram nas casas e apartamentos aliando-se à privacidade e comodidade. Entretanto, a eficácia e conforto só serão de fato alcançados caso os espaços sejam devidamente pensados e organizados. No caso dos Home Theaters é indispensável considerar os aspectos que envolvem os usuários por meio de seus sentidos: visão e audição. Para isso, o escritório FABBRICA Arquitetura e Design, em parceria com a GBM Engenharia, listou algumas dicas gerais que podem contribuir para a qualidade das suas sessões de cinema no aconchego do seu lar.              
 
1. ESCOLHA 
 
É fundamental que a escolha dos equipamentos de Home Theater atendam às qualidades técnicas e à dimensão do espaço. Ótimos equipamentos podem perder consideravelmente sua qualidade quando instalados em ambientes menores ou maiores do que indicado no manual de instruções. Por isso, deve-se considerar rigorosamente o alcance visual e sonoro indicado nas instruções do próprio manual dos produtos. 
 
2. POSICIONAMENTO
 
Efetuada a compra, é importante observar as instruções de locação e posicionamento de cada item do Home Theater. A visão e a audição são a prioridade, então a altura e alinhamento das caixas e da tela (display) são fundamentais. Uma boa referência é altura média de uma pessoa sentada no sofá ou cadeira do qual irá se assistir a sessão de cinema.
 
Esquema de posicionamento de equipamentos para home.
Fonte: htforum 
 
3. ACESSO
 
Ao posicionar, considere sempre o acesso aos cabos e conexões traseiras em casos de possível manutenção ou ajuste de configuração. Mobiliários dotados de rodízios e fundos falsos podem facilitar! Além disso, não se pode esquecer que os equipamentos que compõem o Home Theater costumam superaquecer caso não estejam em móveis com as dimensões e aberturas devidas. Para as pessoas que não contam muito espaço, uma opção é o uso dos sistemas integrados ou embutidos que apresentam kits mais compactos e com igual funcionalidade.
 
4. ILUMINAÇÃO
 
A iluminação é crucial para o bom funcionamento do seu Home Theater. O controle da luminosidade é a chave, por isso indica-se o  uso de cortinas, painéis, black-outs, entre outros. Todos preferencialmente reguláveis, pois a entrada da luz em determinados momentos também é importante para manutenção do bem estar do ambiente. 
 
Contudo vale ressaltar a importância de ter o acompanhamento de profissionais capacitados, como arquitetos e designers de interiores, que  possam desenvolver projetos que aliem beleza, conforto e funcionalidade e minimizem os riscos de que seu Home Theater não atinja a qualidade esperada.
 
Cinema do residencial Liège
 
 
 

Outros registros:
REFORMAS: O ERRO DO IMÓVEL ÚNICO
VERÃO x CONFORTO
PEQUENOS BANHEIROS, GRANDE FUNCIONALIDADE!
EM PROL DE UMA SEGURANÇA PARA ALÉM DOS MUROS!
SONHE COM UM IMÓVEL E ESCOLHA O LAR DOS SEUS SONHOS!

Ver todos os registros



Twitter


Facebook


Instagram


Avenida Dr. Frutuoso Dantas, 57 - Cabo Branco - João Pessoa - PB - Cep: 58045-170 - Fone/Fax: (83) 3247-1776
© Todos os direitos reservados à GBM Engenharia 2017